Plugin F5 Sites Bar Atualizado

Há alguns anos lançamos o plugin F5 Sites Bar para compartilhar em toda a rede de sites e blogs Fnetwork uma barra, no topo de cada site, todos os principais projetos da F5 Sites.

Inspirado em um sites como o UOL e ESPN, onde seus blogs, subsites e até mesmo sistema de terceiros hospedados em seus servidores, apresentam uma barra acima com o link para o portal principal e outros links para os sistemas top nível.

Assim, os visitantes conseguem entender que estão dentro de uma rede de sites, conectados e que compartilham informações. Além de aumentar o link building e destacar a marca como provedora de serviços. No caso da F5 Sites somos uma empresa de hospedagem, tratando os projetos internos como projetos de clientes.

Update: Setembro de 2020, foi removido o bootstrap (3 e 4) da barra devido a vários conflitos com temas e sistemas, é necessário um grande esforço para normalização, por isso a barra só conta com o logo da F5 Sites no topo e a localização flutuando a direita.

Maio de 2020: Agora as informações estão muito mais organizadas, pois a atualização contou com a instalação do Bootstrap 4, trazendo uma grande melhoria na aparência e principalmente responsividade, já que a barra se adapta para tos os dispositivos e o menu colapsa (encolhe) e expande, e se ajusta em qualquer tamanho de tela.

Um problema para sua implementação imediata é que alguns projetos utilizam o Bootstrap 3, então houve uma quebra destes e está sendo realizado um grande esforço para atualização de toda a nossa base de projetos.

Milestone de Fevereiro: Certificação SSL Renovada Após Rebuild

Posso dizer que ainda não dominei o método de certificação SSL, continuo tendo muita dificuldade em algumas etapas, principalmente a renovação automática e a configuração de virtual hosts do Apache.

Após o rebuild do meu servidor principal (veja post com mais detalhes) obtive sucesso nas novas configurações para renovação dos certificados utilizando certbot. Assim, foi renovado os nossos certificados, e muitos usuários que haviam tido problemas em acessar todos os nossos sites, passaram a conseguir acessá-los novamente.

Um bug de configuração foi identificado no servidor antigo, pois havia mais de um diretório com configurações do Apache SSL e virtual hosts, fazendo com que o servidor não conseguisse entregar os arquivos certos para navegador e a certificadora.

Centralizamos todas as configurações do Apache e instalamos o servidor principal com docker, fizemos o rebuild e a nova instalação do certbot para poder resolver esse problema e assim permitir a navegação segura para os nossos usuários novamente. Sei que ainda terei alguns problemas pela frente, como a renovação automática, então, por hora a navegação está garantida e o esforço de rebuild e recertificação valeu a pena.

Milestone de Março: Rebuild do Servidor de Produção

Foi feita a reconstrução (rebuild) do nosso servidor de produção, uma operação bastante delicada e arriscada. Após muito tempo dependendo de um esquema antigo e repleto de manutenções feitas sem planejamento, aproveitamos a janela de oportunidade para migrar totalmente nossa operação para o docker.

Assim, comecei a reconstrução com o servidor local de desenvolvimento, tarefa que levou meses, para só depois atuar em produção. Inicialmente, para não cair o serviço, havia planejado fazer um servidor em paralelo com todas as aplicações, porém, durante o processo, houve um comprometimento crucial dos serviços no servidor em produção, pela expiração dos certificados SSL.

Assim, seria um desperdício de tempo trabalhar em dois servidores em produção e abandonei o plano inicial, pois o serviço já havia caído. Então, destruí o antigo servidor em produção e todo o esquema que estava corrompido, para dar lugar ao novo esquema baseado em docker linux WordPress, Apache e MySQL.

Com a reconstrução terminei a implantação de uma nova esteira de desenvolvimento e deploy automatizado. Com isso voltei a ter mais controle sobre o processo de desenvolvimento e entrega.

Acredito em um futuro mais automatizado e mais “simples” para fazer entregas, sabemos que existem algumas dificuldades com a estrutura que foi desenvolvida, como versionamento de todos os sistemas em conjunto. Trabalhamos com um repositório principal e diversos submódulos, técnica a qual ainda não domino completamente.

O espaço em disco foi economizado e os processos de utilização de CPU e memória obtiveram ganho de desempenho. Assim em 2020 temos um novo servidor em produção baseado em Ubuntu e não mais em CentOS, mais uma dificuldade que foi superada.

Novo Plugin em Desenvolvimento: F5 Sites Smart Language Filter

Depois de toneladas de testes e experiências, com os plugins de idiomas mais famosos e atualizados para o WordPress, eu iniciei um plugin para F5 Sites e Fnetwork. Baseado em um código simples mas eficiente que fiz para um tema de projeto (Sistema Focalizador Javascript). Tudo o que eu tive que fazer é usar tags em posts, como:

  • lang-en: portugues
  • lang-pt: portugues
  • lang-fr: francês
  • lang-zn: chinês
  • E assim por diante…

O termo “inteligente” no nome é porque ele usa um algoritmo baseado no WooCommerce Geocode e na função HTTP para determinar a localização dos usuários e fornecer a linguagem provavelmente mais correta. Então, vamos fechar nossos domínios que começam com br, como br.f5sites.com e br.franciscomat.com, porque sempre que você estiver em uma localização, o domínio principal fornecerá conteúdo para você em seu idioma.

O plugin estará presente em toda a rede, ele será anexado a outro plugin que usamos F5 Sites Footer Bar, então todos os sites terão opções de tradução. Os usuários também terão a opção de alterar o idioma a qualquer momento, e se ele aparecer em um link que não tenha o idioma que os usuários falaram, um aviso será anexado para alterar o idioma a qualquer momento.

O plugin está em desenvolvimento e não tem prazo para ser finalizado, é um esforço que faço para alcançar melhores resultados em marketing e conquistar novos clientes.